Site Meter Projeto Modes - Encheu? Joga Fora!: Castanho médio

quinta-feira, 11 de março de 2010

Castanho médio

Lembro que quando adentrei o quarto do hospital, meus olhos ignoraram todo aquele cenário branco-dolorido, as sondas e soros e fixaram-se no que, pra mim, foi impossível não se hipnotizar: o seu olhar. Era um olhar diferente, penetrante, que me fitava por minutos e que me forçava naturalmente a se mostrar ali presente, naquele momento, mesmo que fosse para segurar sua mão e tentar te distrair com casos rotineiros.

Engraçado que esse olhar andou comigo por muito tempo, em minhas memórias. Uma outra vez na praia, em meio a uma conversa banal - acho até que nem se lembra -, você parou por um instante, se voltou pra mim e arriscou um olhar que me lembrou aquele lá. Foi rápido, mas o suficiente para eu guardá-lo também na minha coleção de olhares.

E daí que anos depois te vi em um bar, daqueles com roda de samba. Nos intervalos dos meus chorinhos preferidos, me permitia escapar para observar você, mesmo que de longe. Através do meu campo de visão, contornei todo o seu rosto, esperei os momentos em que você se virava para falar com alguém só para não perder o momento de flagrar um olhar. Mas não houve nem sinal. Tenho certeza que aquele seu olhar continua ali, pronto para ser exposto em ocasiões escolhidas a dedo. Mas, lamento, eu nunca mais vou encontrá-lo.

9 comentários:

Marianna Palma disse...

Muitas vezes é preciso perder um olhar para sentir falta dele.
Outras vezes é melhor perde-lô simplesmente para ser feliz!

Muuito bom!!!
E tbm me identifiquei

Te amo

Marina Cabral disse...

Um dia, seu olhar vai chegar diferente, seu corpo vai sentir um desejo imenso, sua cabeça voará longe e você terá um olhar doce, profundo só seu. E o beijo, vai te fazer viajar, transpirar...

Como uma droga.

Te amo muito.

Renan Rodrigues disse...

Marina nóinha

Luciano Costa disse...

que foda hein. gostei muito.

eu às vezes sinto algo nesse sentido. saudades de alguém. mas alguém que está ali, mas não está mais. de um olhar que houve, mas não aparecerá novamente.

boua, cusona.

.::Li::. disse...

Ah, o velho olhar q diz mais q mil palavras, né?
Como tem gnt que não consegue olhar nos olhos, me diz??
Bjoos

Carol disse...

"Quando você me quiser rever,já vai me encontrar refeita, pode crer...
Olhos nos olhos, quero ver o que você faz, ao sentir que sem você eu passo bem demais..."

Sempre mandando muito bem!

Amo você fedo!

Luciano Costa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luciano Costa disse...

melhor texto desse blog. dá uma vontade de chorar até. foda.

Amanda Proetti disse...

Eu gosto mesmo disso aqui viu!