Site Meter Projeto Modes - Encheu? Joga Fora!: Fevereiro 2010

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Unidos de Vila Isabel

Martinho da Vila tem 72 anos, escreveu dez livros e até hoje toma cerveja petiscando jiló no seu bairro carioca preferido: Vila Isabel.
Em 1965, fundou a escola de samba Unidos de Vila Isabel e, para este ano em especial, fez questão de compor o samba-enredo.

Uma homenagem ao centenário do nascimento de outra figura ilustre.

Com vocês, Noel Rosa.



Se um dia na orgia me chamassem
Com saudades perguntassem
Por onde anda Noel
Com toda minha fé responderia
Vaga na noite e no dia
Vive na terra e no céu
Seus sambas muito curti
Com a cabeça ao léu
Sua presença senti
No ar de Vila Isabel
Com o sedutor não bebi
Nem fui com ele a bordel
Mas sei que está presente
Com a gente neste laurel

Veio ao planeta com os auspícios de um cometa
Naquele ano da Revolta da Chibata
A sua vida foi de notas musicais
Seus lindos sambas animavam carnavais
Brincava em blocos com boêmios e mulatas
Subia morros sem preconceitos sociais

Foi um grande chororô
Quando o gênio descansou
Todo o samba lamentou
Que enorme dissabor
Foi-se o nosso professor
A Lindaura soluçou
E a Dama do Cabaré não dançou
Fez a passagem pro espaço sideral
Mas está vivo neste nosso carnaval
Também presentes Cartola
Araci e os Tangarás
Lamartine, Ismael e outros mais
E a fantasia que se usa
Pra sambar com o menestrel

Tem a energia da nossa Vila Isabel

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

O ato de se alimentar


Coma por inteiro a vida,
mastigando bem forte aquele encontro indesejado,
teu chefe viado
e seu bolso furado.

se arrependa do abraço não dado.

mas só devolva meu copo trocado.

coma a vida.

coma.